sexta-feira, 1 de abril de 2011

A LOUCURA - Parte II

"Enquanto você
Se esforça pra ser
Um sujeito normal
E fazer tudo igual...
Eu do meu lado
Aprendendo a ser louco
Maluco total
Na loucura real..."
(Maluco Beleza - Raul Seixas)

     Ás 8:00am, no metrô Barra Funda eu vi o Raul Seixas. Okay, não era ele, mas sem dúvidas uma versão do 'maluco beleza'. Um tiozinho com uma faixa vermelha na cabeça, de short e camiseta velhos, com os pés descalços, sentado e cantando (não me pergunte o que!). SEM PEDIR NADA EM TROCA. Eu aposto que no meio do caos do horário de pico, ele era uma pessoa feliz alí, pelo menos naquele momento, porque ele me fez rir. Sabe o que é isso? A vida mostrando que a rotina ainda pode me surpreender.


    Me recordo de ter encontrado algumas pessoas do tipo pela vida... Na faculdade, tinha um cara que andava com fones de ouvido e cantava em japonês (muito alto e de olhos fechados - pra vc ter noção da intensidade do negócio rs) em qualquer lugar que estivesse. Qual era a reação das pessoas? O riso - quando não, gargalhadas. Eu mesma já tive uma crise de riso com ele.

   Dos cinco dias que passei em Nova York, encontrei umas três vezes no metrô pessoas cantando - mais uma vez, atraiando olhares e risos no canto da boca de quem também está alí esperando o trem. E agora eu te pergunto: Eles são malucos? Ou malucos somos nós que nos restringimos a cantar no chuveiro ou num karaokê em festinha de família? (E ainda sentimos uma pitadinha de vergonha enquanto fazemos isso).

   Certa vez, li em algum lugar que somos o que transmitimos. Se os ditos malucos são capazes de nos despertar o riso logo cedo, acredito que eles também podem mudar o mundo. (Loucura minha?)


Ps: Tem um maluco bem legal no American Idol 2011 - Casey Abrams. Foi o primeiro a cantar Nirvana no programa ;)

Minha torcida é pra ele e para todos os outros malucos que deixam o dia das pessoas mais coloridos!




Ps: Pra quem ainda não leu A LOUCURA (parte I) aqui no blog, segue o link:
Coinciência ou não, A LOUCURA I foi escrita dia 1 de março, e a LOUCURA II dia 1 de abril! (Louco, não? rs)



"Estamos meu bem por um triz pro dia nascer feliz
O mundo acordar e a gente dormir, dormir
Pro dia nascer feliz
Essa é a vida que eu quis"
(Pro dia nascer feliz - Cazuza)



4 comentários:

Vivian Almeida disse...

Como disse Nietzsche: " E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam ouvir a música...".


Bjos.

Denise disse...

Loucura é um jeito inusitado de expressar-se. Chego a achar normal, em certos casos...

Adorei seu blog, parabéns! :D

Tatiana Camilo disse...

Ótima frase Vivian!

Denise.. em alguns casos ser normal que chega a ser loucura. Obrigada, volte sempre.

=)

Bianca Sousa disse...

eu gosto daquela menina loira de cabelo enroladinho ! ela canta muitooo! rs